A Homeopatia é um método terapêutico criado pelo médico alemão Christian Friedrich Samuel Hahnemann nos finais do século XVIII que consiste na utilização, de acordo com a lei dos semelhantes (“similia similibus curantur”), de remédios em doses infinitesimais de modo a estimular a reação orgânica e vital na direção da cura.

É um sistema farmacêutico, científico e filosófico bem determinado, com uma metodologia de pesquisa própria.

É uma proposta terapêutica com base num questionário (semiologia) homeopático, que elabora um diagnóstico apoiado em sinais físicos, psíquicos, mentais, emocionais e sociais, evidenciados pelo paciente. Esse diagnóstico é o remédio único do paciente, o Simillimum.

O tratamento homeopático vê cada paciente como um ser único, com reações individuais, sendo que a doença em cada indivíduo se manifesta de uma forma pessoal, com sinais e sintomas específicos.